Se te contássemos que ser forçado a esperar pelas coisas torna as pessoas mais bem-sucedidas, você acreditaria? Uma pesquisa publicada no Journal of Organizational Behavior and Human Decision Processes mostrou que, em um mundo preparado para o imediatismo, a paciência surge como uma virtude capaz de reforçar o valor de algo e, talvez ainda mais importante, gerar mais disposição para esperar. Neste episódio do SPUTKast a gente coloca o assunto em cima da mesa de reunião pra ver se esse date tem futuro. Na conversa com Mari Achutti, founder da SPUTNiK e nossa podcaster, estão também Luiza Voll, cofundadora da Contente, e Gustavo Ziller, que abandonou uma carreira executiva tradicional para virar montanhista, palestrante e consultor de startups.