SPUTNIK

Team building: online ou presencial, o seu time é protagonista do sucesso

O cenário pode ser novo, mas se o seu time vem se reinventando desde sempre, está preparado para encarar até os desafios mais inesperados

Se alguém disser que estava esperando por essa pandemia, está mentindo. Ninguém imaginava que o mundo inteiro pudesse ser atingido por algo como um vírus, e mais do que isso, que uma tragédia sem precedentes para o planeta pode sim ter resultados bem positivos. A mudança se fez obrigatória, tirou a gente da zona de conforto, destruiu mindsets engessados, mas deu início a uma nova era, onde os profissionais – o valioso capital humano – é o que vai reconectar pessoas e empresas com resultados surpreendentes.

Vem conferir neste post:

  • Ninguém vence sozinho
  • Time que joga junto comemora junto
  • Um squad de produtividade
  • Team work = dream work

Ninguém vence sozinho

Pode até parecer clichê, mas não tem como começar a falar de team building sem falar sobre estar juntos. Nenhuma empresa evolui de um jeito disruptivo se as pessoas – o ativo mais valioso de toda organização – não estiverem dispostas a compartilhar o que sabem, ajudando umas às outras, evoluindo juntas. E nenhum time que está ganhando segue sem um bom líder. Ou seja, mais uma vez, para vencer é preciso estar próximo (mesmo que virtualmente!) para que a equipe não perca o gás que faz todo mundo ir além. 

“E o que boas estratégias de team building podem fazer pelo meu time, ainda mais quando não podem estar perto?”

Que bom que você perguntou 🙂 

E é exatamente sobre o que vamos falar: a importância do team building para reaproximar os profissionais, para fazer a diferença. O team building traz as pessoas para perto quando a empresa acredita que a colaboração e o aprendizado coletivo são o que move a organização rumo ao topo. Vale de tudo, ainda mais agora nesse esquema de home office, para fortalecer os vínculos entre todo mundo, desde atividades divertidas que ajudam os profissionais a se verem e enxergarem os outros sob novos vieses, até reuniões de feedback num encontro virtual de happy hour onde cada um pode falar o que pensa para a construção de processos mais eficientes de trabalho para o grupo inteiro.

Time que joga junto comemora junto!

Okay, a gente escolhe frases clichês de impacto (sorry!), mas tudo é para chamar a sua atenção para o que estava sempre aí, dentro do escritório antes e fora dele agora. Assim como essas frases que você costuma ouvir nos filmes da sessão da tarde, o team building é um conceito antigo que ganha cada vez mais força no cenário durante-e-pós-pandemia. Um dos motivos mais poderosos para a formação de equipes é alcançar ótimos resultados. Através de uma série de eventos de construção de equipes que são divertidos e motivacionais, as equipes desenvolvem habilidades como comunicação, planejamento, resolução de problemas e resolução de conflitos.

Um team building eficiente é aquele que constrói equipes que funcionam a longo prazo, formadas para superar as expectativas porque, nas empresas do futuro, a nova configuração das equipes é estrategicamente modelada para alcançar altos níveis de produtividade e performance. E um time de sucesso é mais do que diverso, é multidisciplinar com habilidades que se complementam, em uma troca construtiva e híbrida de conhecimento, experiências e inspiração. Mas como manter os profissionais entrosados?

Um squad focado em produtividade

Uma equipe unida vai garantir produtividade e um bom ambiente de trabalho. Trabalhando remotamente ou presencial, o entrosamento não pode mudar porque, se ele diminui, o desempenho vai ser afetado diretamente e, não só isso, o espírito de equipe e colaboração, que são chave para a inovação, podem perder o gás. Enquanto o mundo se esforça para entender o que está acontecendo e o que esperar a seguir, temos algumas estratégias que as organizações podem fazer agora para que todo mundo esteja preparado para encarar qualquer desafio: ninguém solta a mão de ninguém.

  • Um mindset que flui:

Quem disse que o que vivíamos antes, dentro e fora de qualquer empresa, era normal? Pois é, mas podemos dizer então que o Novo Norhmal já chegou, nesse rebuliço causado pela pandemia que não pode abalar as estruturas firmes de um time que estava ganhando antes. Os líderes e os profissionais de RH estão descobrindo novas estratégias, focadas nas pessoas, para exatamente mantê-las cada vez mais próximas. É preciso ser assertivo e isso é possível quando paramos para analisar os dados que os nossos próprios times geram: o que facilita o trabalho, o que é barreira, o que faz sentido, o que precisa ser eliminado. A partir do conhecimento profundo de cada time e da diversidade que cada integrante acrescenta ao todo, vamos conduzindo as decisões na direção do sucesso.  

De acordo com April Rinne, autoridade global sobre o futuro do trabalho e da economia digital, uma mentalidade de fluxo exige que façamos planos com a suposição de que esses planos mudarão. Rinne enfatiza que, em vez de não fazer nenhum plano, isso significa se acostumar com a mudança contínua como padrão. “Pessoas com um mindset de fluxo estarão posicionadas para navegar nas semanas e meses à frente muito melhor do que aqueles que estão simplesmente esperando que toda a situação acabe”. É essencial adotar uma mentalidade totalmente nova para sobreviver e prosperar no novo normal, que é adaptável e Volátil para aprender, juntos, a navegar de um jeito estratégico por tudo o que a loucura do mundo vuca nos traz.

Estradas difíceis conduzem a lindos destinos.
Estradas difíceis conduzem a lindos destinos.
  • Ampliando o ambiente de trabalho:

Na realidade, o escritório já foi ampliado para chegar até o home office de cada colaborador. A chave para as equipes terem sucesso no novo mundo do trabalho não é apenas repensar suas ferramentas, estruturas e regras, mas como você deseja trabalhar em um sentido mais amplo. É preciso construir uma cultura de trabalho transparente, baseada na troca e na colaboração, mesmo que através das telas, para criar uma nova cultura organizacional, atualizada para que todos possam estar envolvidos a colaborar no melhor momento para eles, sem uma cultura de distração. Muito trabalho pode acontecer se você adotar boas práticas, você terá mais tempo para fazer ligações ou reuniões pessoais para se conectar uns com os outros e se tornarem melhores como equipes, em vez de combater o incêndio e tomar decisões precipitadas só porque o time não está reunido em um mesmo local fisicamente. 

O novo cenário também chama a atenção para as responsabilidades das empresas quando se trata de fornecer aos colaboradores remotos as ferramentas de que precisam para trabalhar com eficácia em casa. Para garantir que os funcionários estejam trabalhando em boas condições, os líderes devem expandir sua definição de local de trabalho para incluir oficialmente o home office, garantindo que suas equipes tenham todas as ferramentas, equipamentos e apoio moral necessários para manter seu bem-estar físico e mental. Quer oferecer dicas de autogestão para os colaboradores agora? Não perde mais tempo não!

  • Networking é conexão:

Fazer networking, socializar e conhecer melhor uns aos outros se tornou ainda mais essencial em tempos de trabalho remoto. Ter uma equipe entrosada é uma das melhores maneiras de aumentar a produtividade no local de trabalho, seja ele virtual, híbrido ou presencial. Isso vai ajudar sua equipe a se adaptar a um ambiente de trabalho remoto com mais eficiência, resolvendo problemas que surgem com esse “novo normal”. Invista em atividades que favoreçam a conversa, e deixe o trabalho de fora às vezes para que as pessoas se sintam à vontade para se expressarem, principalmente sobre como está sendo a rotina trabalhando de casa.

Quando todos estão contribuindo com o seu melhor, isso define o tom para uma cultura de trabalho mais positiva. Cada equipe é diferente e cada indivíduo tem algo único para contribuir. Uma vez que você possa identificar e encorajar todos a atingirem seu potencial individual, sua equipe também será capaz de atingir seu potencial coletivo. Ah, e se mexe em time que está ganhando sim, viu: sua empresa vai se surpreender em como isso pode ser inspirador.

  • Criatividade é pauta de todo dia:

Um team building de respeito não deixa a criatividade morrer! As pessoas tendem a ter uma imaginação maior quando estão perto de pessoas com quem se sentem confortáveis, então nada mais bacana do que criar eventos semanais de brainstorming para, literalmente, incentivar uma tempestade de ideias sobre tudo o que envolve a empresa, a educação corporativa, a cultura organizacional. Crie atividades disruptivas que conversem com o estilo de cada equipe, organize tarefas a serem cumpridas em grupo, ofereça benefícios extras como recompensas. 

A colaboração diária no local de trabalho é a chave para um negócio de sucesso, e a gente acha que o Molotov tem tudo a ver com o desenvolvimento do seu time. E esse está longe de ser um curso comum, com uma metodologia tradicional e sem sal. O Molotov traz uma resposta ao “comum” com uma abordagem inovadora sobre como a mistura das habilidades de cada profissional da sua equipe pode ser uma explosão de novas possibilidades para vencer juntos: um coquetel bombástico com um compilado de aulas indicativas para o desenvolvimento das melhores habilidades de transformação humana.

  • Ser bem melhor juntos:

Não é nenhuma surpresa que a comunicação e o trabalho colaborativo são as principais razões pelas quais as pessoas escolhem construir equipes de alta performance. As atividades de construção de equipes bem-sucedidas certamente vão proporcionar um ambiente de trabalho mais confortável para qualquer empresa, grande ou pequena. E se a sua equipe está pronta para trabalhar melhor juntos, colaborando, trocando, aprendendo e inovando, a melhor hora é agora!

Sua empresa sempre tem escolhas: pode deixar os profissionais baterem cabeça entre si para encontrar métodos que funcionem para otimizar a produtividade, ou pode escolher fazer parte do processo por inteiro, criando essas metodologias que eles precisam de um jeito que faça sentido para todo mundo. Mais do que formar equipes, sua empresa vai construir verdadeiros Squads de engajamento, produtividade e eficiência, com grupos que se movimentam no ritmo do mercado, que é fluido, ágil, inconstante e desafiador. 

  • Produtividade humanizada:

Seus colaboradores não são robôs, mas indivíduos que têm muito o que acrescentar à cultura organizacional, aos processos de trabalho e, claro, aos resultados lucrativos. A gente costuma dizer que um time de sucesso trabalha num flow leve, poderoso e produtivo. E por falar em Flow, esse curso tem tudo para guiar o seu time tanto quanto à melhor gestão do tempo quanto à otimização de processos, desenvolvendo uma produtividade humanizada e real, não só no trabalho, mas na vida.

Team work = dream work

Toda empresa pode superar os maiores obstáculos se tiver uma equipe que compartilhe um objetivo comum e trabalhe em conjunto para alcançá-lo, focando sempre em bom desempenho e excelência. É importante ressaltar que a confiança desempenha um papel essencial na construção de equipes eficazes porque, para que as equipes trabalhem juntas, as pessoas precisam saber que podem confiar umas nas outras. E quando você constrói a confiança entre as equipes, cria autonomia para realizar tarefas e tomar decisões.

Team building tem tudo a ver com construir a confiança em equipe para que os profissionais se sintam não apenas seguros, mas satisfeitos de serem parte desse time, sem ter medo de serem vulneráveis porque os pontos fortes e fracos são essenciais nessa jornada de aprendizado coletivo. Afinal, reunir experiências individuais combinadas com ideias inovadoras é o que torna o trabalho bem mais divertido e eficiente. 

Quer saber como a SPUTNiK criou uma metodologia que traz as pessoas cada vez mais para perto? Vem aqui!

O presente das empresas do futuro