Olhar em volta

> Novos Líderes

O Bando

Liderança Criativa Propósito Gestão

O BANDO é muito mais que um curso. É um espetáculo que mistura educação, arte, negócios e filosofia. O BANDO foi criado e desenvolvido pensando em profissionais plenos, seniores e em posições estratégicas de gestão e direção. Gente experiente e que lidera equipes em empresas, no serviço público, no terceiro setor ou em coletivos de arte. Mas também será útil para sua vida em família, com os amigos, com o time de futebol, a turma da confraria ou sua banda de música.
  • conteúdo customizável

Transição para uma cultura desejável nas empresas.

Sobre o conteúdo

Quebrando a Matrix

EM TEMPOS DE ECONOMIA CRIATIVA, COMO ANDA A SUA CRIATIVIDADE?
Esse módulo será conduzido por mim, Felipe. Aqui, apresento um estudo que venho desenvolvendo há 12 anos, onde tento demonstrar de maneira bem concreta que existe sim uma técnica por trás do processo criativo.
Este módulo é a LENTE CONCEITUAL do curso. A partir dele, vamos acionar um olhar diferente através do qual vamos absorver todos os outros encontros. Ele é fundamental para conseguirmos encontrar lições práticas a partir dos conteúdos trazidos pelos BANDOLEIROS.
• Criatividade Pura & Aplicada
• Processo Criativo
• Problema, Repertório & Conexão
• Olhar Criativo
• Reconhecimento de Padrões
• Estruturas Análogas

O que você pode aprender sobre liderança com UM PALHAÇO? Estrelando: Márcio libar, O PASPALHO

Considerado uma das maiores referências da arte do palhaço no Brasil. O Libar é um artista que passou a enxergar na evolução do próximo um estímulo maior do que os aplausos a seus espetáculos.
Você vai conhecer um profissional que precisa se conectar com suas maiores vulnerabilidades para encontrar a sua potência. Num circo, qualquer tropeço pode ser fatal.
E o palhaço é justamente aquele que tropeça. Aquele que erra. É o perdedor. Você vai entender que a arte do palhaço não é cair. É se levantar com dignidade. E fazer do erro motivo de risada.

O que você pode aprender sobre liderança com UMA COREÓGRAFA? Estrelando: Cassi Abranches, A MEIGA

A Cassi é um doce de pessoa. Bailarina de padrão internacional, integrou o Grupo Corpo por 12 anos. Hoje é coreógrafa.
Foi ela a diretora geral de Abertura das Paralimpíadas Rio 2016.
Imagine então aprender com alguém que liderou milhares de pessoas com propósitos diferentes, backgrounds distintos, executando papéis variados e grande parte delas com deficiências físicas.
E que fez todas elas cooperarem em perfeita sincronia, num espetáculo transmitido ao vivo para todo mundo. Onde qualquer segundo de atraso poderia comprometer o planejamento de 1 ano de trabalho.

O que você pode aprender sobre liderança com UM SENSEI? Estrelando: JOSÉ BUENO, O VELHO MARUJO

Arquiteto, urbanista e faixa-preta 4º dan em Aikido. Participou como facilitador em projetos pela paz no Oriente Médio, o Training Across Borders. Desde 94, desenvolve experiências inovadoras em formação de lideranças inspirado nesta arte marcial.
Você vai se conectar com uma pessoa que há 35 anos pratica uma filosofia baseada na restauração da harmonia e do equilíbrio em situações desafiadoras. E cujo primeiro princípio de ação é estar preparado para o imprevisto.
Vai entender como funciona um método não combativo de resolução de conflitos, usando o movimento e a energia de uma situação de crise a favor de todos envolvidos.

O que você pode aprender sobre liderança com UMA ESTÁTUA-VIVA? Estrelando: Tânia Mujica, A MAGNÉTICA

Conheça uma peruana que chegou ao Brasil em 2005, com um filho de 3 anos, uma mala e apenas 5 reais no bolso. Hoje, é instrutora de meditação, coach, analista comportamental e performer artística.
Nesse caminho, chegou a se tornar uma empreendedora bem sucedida na área de produção de eventos. Porém, completamente estressada e ansiosa. Soa familiar?
Foi em cima de um banquinho, se apresentando como estátua-viva em uma das ruas mais caóticas de São Paulo que descobriu que a paz interior independe do caos externo. E encontrou o equilíbrio entre os extremos de uma vida corrida e o desejo de se sentir plena.

O que você pode aprender sobre liderança com UM IMPROVISADOR? Estrelando: Márcio ballas, O QUERIDÃO

Aos 27 anos, o Ballas abandonou o negócio da família, uma papelaria, para fazer cursos de clown em Nova Iorque e Paris. Ao retornar, iniciou o Jogando no Quintal, o espetáculo de improviso mais antigo do Brasil.
E se tornou um improvisador profissional.
Imagine descobrir os segredos de alguém que sobe ao palco na frente de centenas, milhares de pessoas, sem nenhum roteiro. E que entrega um espetáculo onde parece que tudo foi combinado.
As técnicas de improviso não se aplicam apenas à comédia.
Mas também a apresentações, reuniões, processos de co-criação e até mesmo para a vida pessoal.

O que você pode aprender sobre liderança com UMA IYALORIXÁ? Estrelando: Sandrali bueno

Mulher negra, guerreira e ativista dos movimentos sociais. Íyá Sandrali de Campos Bueno é Psicóloga, Especialista em Criminologia, Servidora pública e atualmente Secretária Executiva do Conselho do Povo de Terreiro do Estado do Rio Grande do Sul.
Como Iyalorixá, luta pelo respeito à diversidade religiosa, pelo fim das discriminações. Na Psicologia, encontrou meios de auxiliar os movimentos sociais, trabalhando nas causas das mulheres negras e na defesa da igualdade racial.
Como explorar o potencial criativo da diversidade se as instituições continuarem contratando pessoas sempre iguais e com o mesmo repertório? Sandrali tem na radicalidade amorosa sua forma de lutar pela equidade de direitos, respeito às diferenças e a inclusão de todos na cidadania.

CONEXÕES

Pode parecer óbvio, mas são nesses encontros que as conexões acontecem. São pelo menos 3 níveis de conteúdos para conectar:
1. Conexão entre os fundamentos de criatividade do QUEBRANDO A MATRIX com as aulas dos BANDOLEIROS.
2. Conexão entre os conteúdos trazidos pelos diferentes BANDOLEIROS.
3. Conexão de tudo isso com os desafios e a realidade do cotidiano de trabalho dos participantes do curso
Mas é importante já ressaltar que este processo é conduzido com muita proximidade e cuidado pela figura do CONCECTOR
Uma colcha de retalhos só vira uma colcha se tiver alguém para costurar. Por isso, no BANDO temos o papel de Conector. É uma espécie de 'professor regente'.